Ilustrações

Um Verdadeiro Herói

Um Verdadeiro Herói
Wilson Lemos
Escrito por Wilson Lemos

Ling-Ching-Ting era um pobre chinês fumador de ópio.

Um dia, uns missionários pregaram-lhe o Evangelho e ele se converteu a Jesus. Nunca mais fumou ópio e passou a viver retamente.

Algum tempo depois, Ling-Ching-Ting resolveu tornar-se missionário entre os seus conterrâneos que viviam nas trevas do pecado.

Partiu então para Hock-Chiang, lugar em que nascera, e logo começou a evangelizar aquela gente, falando-lhe de Jesus e Seu amor. Mas ninguém quis acreditar no que pregava o chinês.

Diziam que aquilo era “doutrina de demônios estrangeiros” e que por isso devia ser exterminada. E levantaram então terrível perseguição contra o pregador.

A perseguição aumentava cada vez mais. Zombavam dele, atiravam-lhe pedras, maltratavam-no em presença do magistrado. Falsas testemunhas fizeram-lhe as mais vis acusações.

O juiz, homem cruel e corrompido, satisfeito por poder vingar-se da “religião dos estrangeiros”, condenou o intrépido pregador a receber 2.000 varadas!

Logo o bambu caiu sem comiseração nas costas do pobre chinês. Levaram-no depois, quase morto, à estação missionária. O médico da missão ficou penalizado e logo procurou aliviar os sofrimentos do pobrezinho, pensando-lhe as feridas.

– Meu corpo está. . . mortificado por. . . Cristo. . . e. . . por isso sinto cá… dentro… uma paz profunda – disse o enfermo, fixando os olhos cheios de lágrimas no médico que o socorria. E erguendo um pouco a cabeça, num esforço supremo acrescentou: “Assim que ficar bom… voltarei para .. . continuar o. . . trabalho.”

O chinês esteve muito tempo  entre a vida e a morte. Depois foi melhorando lentamente. Um dia, mal podendo andar, deixou às escondidas a estação missionária e voltou à sua terra.

Recomeçou animadamente a pregação do Evangelho. Porém, desta vez os inimigos, impressionados com o seu heroísmo, resolveram deixar que ele pregasse à vontade a doutrina que professava. E Ling-Ching-Ting conseguiu levar muitos de seus patrícios ao conhecimento da verdade.

Ele pregou o Evangelho durante 14 anos. Foi consagrado ao ministério em 1869. Centenas de pessoas converteram-se por seu intermédio, vinte pregadores aprenderam com ele a contar a velha história da cruz e a proclamar a salvação em Cristo.

Adoeceu em 1876. Compreendendo que a morte dele se aproximava, quis ainda aproveitar os últimos dias de vida, pregando com mais fervor. Como já não pudesse andar, reunia à volta da cama muitas pessoas, a quem ensinava as verdades preciosas do Evangelho.

Pouco tempo depois o grande herói morreu entoando um belo hino de louvor ao seu Salvador, por quem tanto sofrera.

Sobre o autor

Wilson Lemos

Wilson Lemos

Meu nome e Wilson lemos,
sou evangelista formado em bacharel em teologia pelo instituto de teologia
SETAD.

Sou casado e tenho por missão ajudar você a crescer espiritualmente em conhecimento.

Deixe um comentário