Ilustrações

O  Jubilo  dos  Remidos

O  Jubilo  dos  Remidos
Wilson Lemos
Escrito por Wilson Lemos

Faz muitos anos, as lágrimas de uma pequena escrava que estava para ser vendida atraíram a atenção de certo homem que passava pelo mercado de escravos, num dos Estados do Sul. O bondoso homem parou para perguntar por que ela chorava, quando outros que estavam também para ser leiloados se mostravam indiferentes.

Ela fora criada com muito carinho por um proprietário bondoso, e estava aterrorizada quanto a quem viria a ser o seu comprador.

O homem indagou qual era o preço dela. Hesitou ao ter conhecimento da importância, mas finalmente pagou, mas nenhum regozijo se estampou na face da escrava quando ele lhe disse que estava livre.

Nascera escrava, e não sabia o que significava a liberdade. As lágrimas caíram fartas sobre o pergaminho que seu libertador lhe mostrou, como prova de que agora era livre.

Finalmente ela compreendeu o que significava a liberdade. Com a primeira respiração de pessoa livre, exclamou: “Eu o seguirei. Eu o servirei a vida inteira.” A todo argumento que os amigos lhe apresentavam contra isso, ela apenas respondia: “Ele me remiu! Ele me remiu!” Insistiu em ir para a casa dele e ali trabalhar.

Quando estranhos visitavam aquela casa e notavam a sua dedicação e fidelidade ao trabalho, ela tinha uma resposta apenas: “Ele me remiu! Ele me remiu!” Oh! pudéssemos nós reconhecer toda a significação do fato de que o Senhor da Glória nos remiu a nós! Não nos fremiria o coração ao reconhecermos que não mais somos escravos de Satanás!… Sirvamos a Deus como pecadores redimidos com sangue precioso.

Sobre o autor

Wilson Lemos

Wilson Lemos

Meu nome e Wilson lemos,
sou evangelista formado em bacharel em teologia pelo instituto de teologia
SETAD.

Sou casado e tenho por missão ajudar você a crescer espiritualmente em conhecimento.

Deixe um comentário