Ilustrações

Justa Homenagem

Justa Homenagem
Wilson Lemos
Escrito por Wilson Lemos

Certo jovem estava para diplomar-se em Direito, com distinção. No dia da formatura, o salão nobre da universidade regurgitava de pessoas da alta sociedade. Bem na frente estava uma cadeira vaga destinada à mãe do jovem que tirara o primeiro lugar na sua turma e que ia ser premiado com uma medalha de ouro.

Antes do início da colação de grau, a cadeira vaga foi ocupada por uma senhora de idade, cuja aparência e vestes despertaram nos presentes sorrisos e críticas.

Chamado o nome do nosso herói, defendeu brilhantemente a sua tese. Logo após, o reitor da universidade, encaminhando-se para o jovem, pronunciou algumas palavras de elogio e colocou-lhe no peito a medalha de ouro concedida pela universidade. A assistência aplaudiu fartamente este ato. Serenados os aplausos, o jovem pediu a palavra ao reitor e disse:

“Senhores, tudo que tenho, sou e alcancei, devo a esta velhinha (apontando para sua mãe que estava assentada na frente). Portanto, Sr. Reitor, peço permissão para colocar esta medalha no peito de minha velha mãe, que é quem a merece, pois tanto se sacrificou por mim!”

Na assistência, muitos que antes zombavam daquela velha, agora, com olhos lacrimejantes, curvavam-se em reverência e respeito àquela heroína.

Filhos, não poupem sacrifícios por seus pais enquanto estão vivos! Não deixem para fazê-lo depois de se acharem no túmulo.

Sobre o autor

Wilson Lemos

Wilson Lemos

Meu nome e Wilson lemos,
sou evangelista formado em bacharel em teologia pelo instituto de teologia
SETAD.

Sou casado e tenho por missão ajudar você a crescer espiritualmente em conhecimento.

Deixe um comentário