Estudos Bíblicos

Cristo Ressurreto

cristo Ressurreto
Wilson Lemos
Escrito por Wilson Lemos

No terceiro dia depois de Sua morte, Cristo ressuscitou. Algumas coisas maravilhosas foram executadas por meio de Sua ressurreição.

 Glorificado na Vida Divina

Primeiramente, em Sua ressurreição Cristo foi glorificado. Quando uma semente de cravo é plantada, ela morre sob a terra, e então cresce. Quando floresce, aquele florescer é sua glorificação. Jesus foi a única semente da vida divina.

Antes de Sua morte, a vida divina estava oculta dentro Dele. Sua humanidade era a casca. Quando Sua humanidade foi quebrada na cruz, a vida divina saiu de dentro Dele, e Ele foi glorificado naquela vida (Jo 7:39; Lc 24:26). A entrada de Cristo na ressurreição foi como o florescer da semente de cravo: Ele foi glorificado.

 Tornando-se o Filho Primogênito de Deus com Muitos Irmãos

Em segundo lugar, em ressurreição Cristo nasceu como o Filho primogênito de Deus. Poucos cristãos percebem que para Jesus Cristo a ressurreição foi um nascimento. Encarnação foi Seu nascimento como um homem, mas ressurreição foi Seu nascimento em Sua humanidade como o Filho primogênito de Deus (At 13:33).

Cristo, como o Filho de Deus, tem dois aspectos. Antes da Sua ressurreição Ele era o Filho unigênito (Jo 1:14; 3:16); então, em ressurreição Ele nasceu de Deus como o Filho primogênito. Quando Cristo se encarnou, Ele vestiu a humanidade; entretanto, Sua humanidade não era divina.

Foi por meio de Sua morte e ressurreição que Sua humanidade foi levada para dentro da divindade. Assim, Atos 13:33 nos diz que em Sua ressurreição Ele nasceu. O Filho unigênito tornou-se o Filho primogênito (Rrn 8:29).

Em Efésios 2:6 nos diz que na ressurreição de Cristo nós, Seus crentes, também fomos ressuscitados. Quando Ele foi crucificado, nós fomos crucificados. Quando Ele foi res­suscitado, nós fomos ressuscitados. Em Sua ressurreição Ele nasceu como o Filho primogênito de Deus, e nós também nascemos como os muitos filhos de Deus.

Ele tornou-se o Primogênito, e nós nos tornamos Seus muitos irmãos (Jo 20:17; Hb 2:11,12).

A Bíblia deixa claro que, antes de nascermos, nós fomos crucificados com Cristo e ressuscitados com Ele. Na ressurreição Ele nasceu como o Filho primogênito de Deus, e em Sua ressurreição nós também nascemos como os muitos Filhos de Deus (1 Pe 1:3). Ele tornou-se o Primogênito entre nós, Seus muitos irmãos.

 Tornando-se o Espírito que Dá Vida

Em ressurreição Cristo também tornou-se Espírito que dá vida (1 Co 15:45). Este versículo em 1 Coríntios é um dos versículos mais negligenciados na Bíblia. Na ressurreição, o tema de 1 Coríntios 15, Cristo como o último Adão, por meio de Sua morte e ressurreição, tornou-se Espírito que dá vida.

Muitos cristãos consideram Cristo como seu Redentor, mas poucos consideram-No como um Espírito que dá vida. Mas nosso Redentor é o Espírito que dá vida na ressurreição. Pela Sua morte Ele nos redimiu; na Sua ressurreição Ele infunde-se para dentro de nós como vida.

Depois de Sua ressurreição e na Sua ressurreição, Ele tornou-se o Cristo pneumático. O Cristo pneumático é idên­tico ao Espírito. É por isso que em 2 Coríntios 3:17 diz: “O Senhor é o Espírito”. Hoje, em ressurreição, o próprio Cris­to, nosso Redentor, é idêntico ao Espírito que dá vida a nós.

 Soprando para dentro de Seus Crentes

João 20 revela que depois de Sua morte e em Sua ressurreição, Cristo voltou. Ele retornou de uma forma maravilhosa.

Os discípulos estavam numa casa com as portas fechadas com medo dos judeus (v. 19). Repentinamente, Jesus estava ali dizendo a eles: “Paz seja convosco”. Ele não os ensinou e não lhes deu nenhum sermão como fez no monte. Ele simplesmente soprou para dentro deles e disse-lhes: “Recebei o Espírito Santo” (v. 22), o Sopro Santo, o Pneuma Santo.

Cristo apareceu sem bater na porta porque em ressurreição Ele é o Espírito. Ele tinha um corpo ressurreto, que é chamado corpo espiritual (1 Co 15:44; Jo 20:27). Não podemos explicar isso, mas isso é um fato revelado na Bíblia. Desde o tempo de Sua ressurreição, Cristo nunca deixou os crentes. Aqui e ali Ele aparecia a eles, mas estava sempre com eles.

Considere, então, o que está incluído em Sua ressurreição: Ele foi glorificado, tornou-se o Filho primogênito de Deus, fazendo de todos nós Seus irmãos, e Ele tornou-se o Espírito que dá vida soprado para dentro de nós para estar conosco para sempre (Jo 14:16-20).

Sobre o autor

Wilson Lemos

Wilson Lemos

Meu nome e Wilson lemos,
sou evangelista formado em bacharel em teologia pelo instituto de teologia
SETAD.

Sou casado e tenho por missão ajudar você a crescer espiritualmente em conhecimento.

Deixe um comentário