Estudos Bíblicos

A Aliança da Graça

A Aliança da Graça
Wilson Lemos
Escrito por Wilson Lemos

“Porque o pecado não terá domínio sobre vós; pois não estais debaixo da lei, e, sim da graça.” Romanos 6:14

 A frase, “a aliança da graça” não aparece nas Escrituras, embora seja a expressão mais correta com respeito da nossa salvação. A característica maior da nova aliança é a graça de Deus.

“Sobreveio a lei para que avultasse a ofensa; mas onde abundou o pecado, super abundou a graça.” Romanos 5:20

 A palavra “graça” tem dois sentidos. Primeiro é a disposição divina de nos amar sem qualquer mérito da nossa parte; amor demonstrado pelo sacrifício de Jesus por nós. Segundo, a graça de Deus significa o poder do Espírito Santo que opera em nós, tornando-nos crentes dignos da nossa chamada.

Verificamos, mais uma vez, o contraste entre as   duas   alianças:   o   que   a  lei   exigiu   a   graça realiza; o que a velha prometeu, a nova produz; onde sobrou pecado na velha aliança, a graça ca­racteriza a nova. Vejamos a extensão da graça de Deus:

“Sendo justificados gratuitamente, por sua graça.” Romanos 3:24

“Porque a lei foi dada por intermédio de Moi­sés; a graça e a verdade vieram por meio de Jesus Cristo.” João 1:17

“E se é pela graça, já não é pelas obras; do con­trário, a graça já não é graça.” Romanos 11:6

“E estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus.” Efésios 2:5, 8

“Que nos salvou e nos chamou com santa vo­cação; não segundo as nossas obras, mas con­forme a sua própria determinação e graça que nos foi dada em Cristo Jesus antes dos tempos eternos” II Timóteo 1:9

 O que é a graça de Deus? É poder e força espiritual; é algo que nos foi dado por sermos incapazes de produzir por conta própria. A graça de Deus é salvação, justificação, sustento, perdão. Somos salvos dos nossos pecados pela graça de Deus que opera em nós por Cristo Jesus.

As Trés  Possibilidades

Se a nova aliança se baseia na velha e a graça de Deus é conseqüência das promessas, da lei, restam três possibilidades para quem deseja seguir as recomendações Bíblicas: viver sob a lei como o povo de Israel, abandonar a escravidão da lei para viver inteiramente sob a graça de Deus, ou misturar uma com a outra e tentar tirar “o melhor” das duas alianças.

O apóstolo Paulo teve o problema constante de orientar os novos crentes a respeito da morte da lei e a liberdade da nova aliança. Os “mensa­geiros de Satanás” que o seguiram queriam escra-visar outra vez os que saíram da velha aliança e nas suas cartas Paulo afirmou que se entra na segunda aliança pela fé e pela graça de Deus.

“ó gálatas insensatos! Quem vos fascinou a vós outros, ante cujos olhos foi Jesus Cristo exposto como crucificado? Quero apenas saber isto de vós: recebestes o Espírito pelas obras da lei, ou pela pregação da fé?” Gaiatas 3:1, 2

 A tentação de misturar a lei com a graça ainda existe. Há quem queira nos enganar com filosofias engenhosas sobre um dia especial para adoração, ou proibição quanto à comida de carne, ou leis externas sobre a santidade. Estes regula­mentos nada servem senão para destruir o poder da graça de Deus.

Não se pode misturar água com óleo, nem o leste com o oeste, nem a lei com a graça. A frase, “a lei Cristã” faz tanto sentido quanto a frase; “pecado espiritual”. Tal coisa não existe. A salva­ção não vem pela obediência à lei, mas inteira­mente pela graça.

“Sois assim insensatos que, tendo começado no Espírito, estejais agora vos aperfeiçoando na carne?” Gaiatas 3:3

 A graça que nos perdoa, nos santifica. A graça de Deus vive em contraste eterno com as obras da carne. Não pode haver mistura dos dois.

E se é pela graça, já não é pelas obras; do contrário, a graça já não é graça.” Romanos 11:6

 Supliquemos que Deus abra os nossos olhos. Em a nova aliança, a graça de Deus é tudo; o sacrifício de Jesus é suficiente; a nossa parte é aceitar a provisão divina e obedecer a Deus pela fé.

“Graça e paz nos sejam multiplicadas.” I Pedro 1 

Sobre o autor

Wilson Lemos

Wilson Lemos

Meu nome e Wilson lemos,
sou evangelista formado em bacharel em teologia pelo instituto de teologia
SETAD.

Sou casado e tenho por missão ajudar você a crescer espiritualmente em conhecimento.

Deixe um comentário